Alimentação Cardioprotetora Brasileira

Atualizado: 21 de out. de 2021


A alimentação cardioprotetora foi idealizada pela equipe do Hospital do coração (Hcor) em parceria com o Ministério da Saúde e publicada em 2018 na forma de um manual, com o objetivo de orientar a população que possui maior propensão ou já sofre de doenças cardiovasculares.

O manual foi baseado nos princípios do Guia Alimentar para a População Brasileira, que prioriza os alimentos in natura, mas adaptou as orientações para beneficiar pessoas com sobrepeso, obesidade, hipertensão arterial sistêmica (HAS), diabetes mellitus (DM), dislipidemias e doenças cardiovasculares.



A alimentação cardioprotetora utiliza as cores da bandeira do Brasil para categorizar os alimentos em três grupos de acordo com a densidade energética dos alimentos e sua composição nutricional:


  1. Grupo verde: composto de alimentos de baixa densidade energética, cardioprotetores, sem adição de açúcar refinado, sem gordura saturada, colesterol ou sódio. Neste grupo estão os alimentos que devem ser a base da alimentação cardioprotetora. Alguns exemplos são as frutas, legumes, verduras, feijões, leites e iogurtes desnatados.

  2. Grupo amarelo: composto de alimentos in natura, minimamente processados e ingredientes culinários que possuem maior densidade energética, gordura ou sal e portanto devem ser consumidos com moderação. Neste grupo estão pães, cereais, macarrão, tubérculos e farinhas.

  3. Grupo azul: composto por alimentos in natura, minimamente processados e processados mas que apresentam quantidade de gordura saturada, sal e colesterol que podem ser prejudiciais à saúde de indivíduos com doenças cardiovasculares. São alimentos que devem ser consumidos com pouca frequência e em menor quantidade, como carnes, queijos, creme de leite, leite condensado, ovos, manteiga e doces caseiros..

Representação gráfica dos grupos alimentares.

Fonte: adaptado e traduzido de Weber et al. (2016).

Existe ainda um quarto grupo, que não aparece na representação da bandeira nacional e é representado pela cor vermelha. Este grupo é composto de alimentos ultraprocessados cujo consumo não é recomendado devido à sua baixa qualidade nutricional, sua alta densidade energética e elevada quantidade de sal. Os alimentos desse grupo são compostos de 5 ingredientes ou mais e comumente possuem diversos aditivos químicos, como embutidos, alimentos prontos congelados, bebidas açucaradas, guloseimas e biscoitos industrializados.


Para saber mais, baixe o manual da Alimentação Cardioprotetora no link abaixo:


https://aps.saude.gov.br/biblioteca/visualizar/MTM0OA==


Como referenciar este post?


BRUNHARO, Marina. Alimentação Cardioprotetora Brasileira. Post 156. Nutrição Atenta. 2021.

27 visualizações

Posts recentes

Ver tudo