Consumo de proteínas para hipertrofia em praticantes de musculação

Atualizado: 1 de fev.

A grande procura por academia está relacionada na maioria das vezes com o visual estético e com o aumento de massa muscular, principalmente por praticantes de musculação. Existe uma crença entre os atletas de que proteína (PTN) adicional aumenta a força e melhora o desempenho.


Na procura por um corpo “esteticamente perfeito”, muitas pessoas testam dietas e regimes dietéticos de

qualquer espécie, na esperança de atingir um novo nível de bem-estar ou desempenho físico. Praticantes de musculação, muitas vezes, colocam em risco sua saúde para adquirir um corpo perfeito, exagerando nos exercícios físicos que podem levar a danos irreparáveis, já que para o desenvolvimento muscular há um limite genético.


Alguns pesquisadores demonstraram em seus estudos que frequentadores de academia costumam ter uma alimentação hiperproteica, devido ao modismo e falta de informações e orientações adequadas.


Outros pesquisadores em estudo prospectivo observacional que investigou seis atletas do sexo masculino, praticantes de musculação, com oferta proteica de 2,5g/kg de peso/dia, verificou que a oferta proteica não trouxe benefícios adicionais como o aumento e o fluxo da síntese proteica. Essa oferta proteica também não beneficiou o balanço nitrogenado positivo, concluindo que o consumo entre 1,5 a 2,0g de PTN por kg de peso/dia é suficiente para gerar resposta fisiológica.






Referencias:


Silva LM, Moreau RL. Uso de esteróides anabólicos de grandes academias de São

Paulo. Rev Bras Cienc Farm 2003;39:328-33.


Chida MC, Charro MA, Bacurau RF, Navarro F, Pontes JF, Marchetti PH. Manual da Musculação. Uma abordagem teórico-prática ao treinamento de força. Ed. 4. São Paulo: Editora Phorte, 2006.


Hernandez AJ, Nahas RM, Rodrigues T, Meyer F, Zogaib P, Lazzoli JK, et al. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev Bras Med Esporte. 2009;15.


Como referenciar este post?


ARCANJO, Lucas. Consumo de proteínas para hipertrofia em pratricantes de musculação. Post 217. Nutrição Atenta. 2022..

Instagram: @nutricionistalucasarcanjo



6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo