top of page

Consumo de ultraprocessado pode estar relacionado a 57 mil mortes por ano

Atualizado: 13 de jan.




Ultraprocessados são formulações industriais feitas com partes de alimentos e que geralmente contém aditivos sintetizados em laboratório, como corantes, conservantes e aromatizantes: são guloseimas industrializadas, salgadinhos de pacote, refrigerantes, pizzas congeladas, salsichas, nuggets etc.


Existe um conjunto crescente de pesquisas robustas que apontam o consumo de alimentos ultraprocessados ao aumento de peso e ao risco de várias doenças não transmissíveis, como diabetes, doenças cardiovasculares e câncer.


A relação do consumo destes alimentos com as doenças citadas não é apenas pelo fato destes serem ricos em açúcares, gorduras e sal, mas as evidências nos mostram que os ultraprocessados tem mecanismos inflamatórios, que podem alterar a microbiota intestinal, além disso possuem neocontaminantes, pelo processo de fabricação e embalagens, além de inúmeros conservantes e corantes.


O principal ponto é que o consumo destes alimentos vem crescendo no Brasil, o motivo? O preço. Um outro estudo (doi:10.1017/S1368980019003586) aponta que o preço relativo dos alimentos saudáveis ​​em relação aos alimentos ultraprocessados aumentou ao longo do período, de 53,08% (1995) para 70,80% (2017) para 120,75% (2030), ou seja, a escolha alimentar vai muito além das motivações individuais. Em outros países da América Latina a taxação sobre as bebidas açucaradas, restrições de publicidade e mudança de rótulos, tem sido tomada como medidas de sucesso.


REFERÊNCIA

Eduardo A.F. Nilson, Gerson Ferrari, Maria Laura C. Louzada, Renata B. Levy, Carlos A. Monteiro, Leandro F.M. Rezende, Premature Deaths Attributable to the Consumption of Ultraprocessed Foods in Brazil, American Journal of Preventive Medicine, 2022, ISSN 0749-3797, https://doi.org/10.1016/j.amepre.2022.08.013.


Como referenciar este post?


MACHIAVELLI, Sabrina. Consumo de ultraprocessado pode estar relacionado a 57 mil mortes por ano. Post 376. Nutrição Atenta. 2022.

Instagram: @nutricionistasabrinakaely

7 visualizações
bottom of page