Duas empresas de Campo Grande são autuadas pela produção de carne impropria para consumo



A apreensão ocorreu após uma denúncia e foi feita por uma força-tarefa formada por policiais da Delegacia do Consumidor (Decon), Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) e Vigilância Sanitária de Campo Grande.


Mais de 4,8 toneladas de carne imprópria para consumo foram apreendidas, nesta sexta-feira (23), em empresas de fabricação de linguiça e embutidos em Campo Grande. A polícia suspeita que a proteína seria destinada para merendas escolares.


No local, além da carne foram apreendidas ainda 570 dúzias de ovos sem origem.

Segundo a força-tarefa, a empresa recebia a carne congelada, descongelava e depois volta a congelar o produto. Além disso, processavam restos de vários pedaços de carne e comercializavam como se fosse produto vindo de uma única peça.


Os técnicos da Iagro e Vigilância Sanitária apontaram que a carne encontrada no local, não reúne sequer condições para a produção de ração.


Essa realidade é mais comum do que possamos imaginar, infelizmente existem empresas que trabalham de forma irregular para baixar o custo e erram feio.


Crédito: Força-tarefa apreende quase 5 toneladas de carne podre de duas empresas em Campo Grande | Mato Grosso do Sul | G1.


Como referenciar este post?


CINTRA, Patricia. Duas empresas de Campo Grande são autuadas pela produção de carne impropria para consumo. Post 329. Nutrição Atenta 2022.

@cintra.nutricionista

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo