top of page
  • Foto do escritornutricaoatenta

E-book Ciência, Tradição e Afetos na panela: Um resgate das práticas alimentares como estratégia de cuidado do sobrepeso e obesidade no Mato Grosso do Sul

Autoria de Teresa Cristina Abranches Rosa e Anderson Leão Nogueira Holsbach


A idealização deste documento surgiu de uma atividade de dispersão do ciclo de oficinas “Prevenção e Controle da Obesidade: como eu faço?”. A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES/MS) iniciou o processo para construção da Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade (LCSO) deste território. Nesse contexto, houve a necessidade de capacitar a rede para a organização do processo de trabalho na perspectiva da implementação da LCSO.


Sendo assim, as oficinas foram planejadas e conduzidas mediante parceria entre o Observatório de Condições Crônicas e Alimentação (OCCA) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFM) e a SES/MS, sendo integrantes do Grupo de Trabalho da Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade (GT-LCSO), junto a outras instituições e setores. Foram convidados a participar 2 servidores das Secretarias Municipais de Saúde (SMS) dos 79 municípios do MS, entre profissionais e gestores. Os participantes foram divididos em 4 turmas, de acordo com as macrorregiões de saúde, nomeadas por escolha dos presentes de cada grupo, considerando as características culturais marcantes do estado, a exemplo das comidas e bebidas e o bioma, resultando na seguinte descrição: Turma Coquito, Turma Ipê Rosa, Turma Tereré e Turma Arara Azul.


Ao todo foram 4 encontros presenciais para cada turma. Foram abordados os seguintes temas: Oficina 1 - Estigma do peso e gordofobia na sociedade e nos serviços de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS); Oficina 2 - Obesidade e sua multicausalidade, diagnóstico e epidemiologia; Oficina 3 - Medidas de cuidado do sobrepeso e obesidade em âmbito individual e coletivo nas Redes de Atenção à Saúde e Oficina 4 - Linha de cuidado do sobrepeso e obesidade. Condicionado às oficinas, foi necessário concluir o curso “Enfrentamento e Controle da Obesidade na APS”, na modalidade remota.


Para a Oficina 4, planejou-se a atividade “Café com Prosa”, com o objetivo de confraternizar, resgatar e debater os aspectos regionais, sociais e afetivos da alimentação. Os participantes foram encorajados a trocar saberes e reflexões acerca da alimentação saudável e equilibrada, promovendo um comer consciente e respeitando memórias, com base no Guia Alimentar da População Brasileira.


Os participantes foram convidados a compartilhar preparações culinárias ou alimentos típicos de seu município, preparados ou não por eles, podendo ser receitas de família, que tenham algum simbolismo, história ou afeto. Foi desencorajada a oferta de alimentos ultraprocessados e orientado a respeito da conservação e transporte de perecíveis. Foi estimulado o compartilhamento de receitas que pudessem ser reproduzidas nos territórios adscritos, nas ações de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) e Promoção da Alimentação Adequada e Saudável (PAAS), a exemplo de oficinas culinárias.


Diante da riqueza das discussões, das informações fornecidas, dos saberes agregados, da variedade e sabores dos pratos ofertados, a equipe de implementação do ciclo de oficinas teve a ideia de elaborar este documento. A proposta foi apresentada aos participantes, sendo acolhida. Aqueles que aderiram à proposta responderam um formulário eletrônico informando a procedência do alimento ou da preparação (se comprado na região ou preparado pelo participante), os motivos pelos quais optou pelo alimento in natura ou preparação e, no caso de receitas preparadas pelos participantes, a lista dos ingredientes e o modo de preparo. Ainda, os profissionais foram estimulados a compartilhar fotos das preparações. Os profissionais que enviaram a descrição de suas preparações são creditados como autores colaboradores e autorizaram a publicação por meio do consentimento no formulário. Além disso, outras informações utilizadas nesse documento que tem como base as oficinas, são validadas mediante os acordos de convivência pactuados em cada encontro.


O trabalho com as oficinas em questão, e demais ações que envolveram o GT-LCSO, foi aprovado como relato de experiência para o XXVIII Congresso Brasileiro de Nutrição - CONBRAN 2024 -, com o título “Ciclo de Oficinas “Prevenção e Controle da Obesidade: como eu faço?”; foi contemplado no “Laboratório de Inovação em Alimentação e Nutrição na Atenção Primária à Saúde (LIS A&N na APS)” e também no “Concurso de Melhores Projetos Intersetoriais e Multistakeholder para Enfrentamento às Condições Crônicas Não Transmissíveis (CCNT) no Brasil 2024”.


Portanto, esperamos que este documento instrumentalize profissionais na realização da PAAS, na valorização da cultura alimentar regional, aliando a ciência e os afetos no contexto das práticas alimentares, promovendo o Guia Alimentar Para a População Brasileira e prevenindo a obesidade e demais CCNT por meio do incentivo à uma alimentação mais saudável, sem modismos e restrições desnecessárias, valorizando a autonomia e os saberes individuais.



Ciência, tradição e afetos na panela
.pdf
Fazer download de PDF • 16.87MB

Como referenciar este post?

CINTRA, Patricia. E-book Ciência, Tradição e Afetos na panela: Um resgate das práticas alimentares como estratégia de cuidado do sobrepeso e obesidade no Mato Grosso do Sul. Post 646. Nutrição Atenta. 2024.

Instagram: @cintra.nutricionista

16 visualizações

コメント


bottom of page