top of page
  • Foto do escritorSabrina Kaely

Os probióticos tem potencial de prevenir atrofia cerebral em idosos?


A atrofia cerebral, marcada pela redução do tamanho ou volume do cérebro, é comumente observada em idosos. Pesquisas científicas indicam que a inclusão deprobióticos na dieta pode ter o potencial não apenas de prevenir a atrofia cerebral, mas também de aprimorar a memória em idosos. No ano passado, uma pesquisa realizada no Japão explorou ainda mais o impacto dos probióticos no aprimoramento cognitivo, revelando resultados promissores.


Este estudo em específico foi do tipo duplo-cego e randomizado, ou seja, duplo-cego significa que nem os participantes do estudo nem os pesquisadores sabem quemestá recebendo o tratamento ativo e quem está recebendo um placebo, isso ajuda a evitarqualquer viés na interpretação dos resultados, "randomizados" refere-se ao método de atribuir aleatoriamente os participantes a diferentes grupos de tratamento.


Isso é feito para garantir que os grupos sejam comparáveis e que qualquer diferença nos resultados seja mais provável devido ao tratamento do que a outros fatores.


Assim, os autores recrutaram 115 idosos de 65 a 89 anos, com suspeita decomprometimento cognitivo leve. Em seguida, dividiram os participantes nos seguintes grupos:


• Grupo intervenção: receberam suplementos de probióticos (B.brevi MCC1274,

2×1010 UFC) por 24 semanas;

• Grupo placebo: receberam sachês de amido de milho, idênticos em aparência e

peso, pela mesma duração.


As funções cognitivas foram examinadas no início do estudo, após 8 e 16semanas, e ao término do tratamento. Para essa avaliação, foram empregados os testes“ADAS-Jcog”, que abrange memória, linguagem, práxis e orientação, e “MEEM”, queconsidera declínio das funções cognitivas, orientação temporal e espacial, cálculos,entre outros. Posteriormente, os participantes passaram por ressonância magnética paradetectar possíveis alterações na atrofia cerebral, utilizando o sistema VSRAD. Por fim, amostras fecais foram coletadas pelos pesquisadores para análise da composição da

microbiota intestinal.


Após uma análise detalhada dos testes neuropsicológicos, os pesquisadores

observaram uma melhora significativa na função cognitiva em determinados escores, embora não tenha sido observada essa melhora nos escores totais. Por exemplo, ao utilizar o teste ADAS-Jcog, notou-se uma melhoria significativa na subescala de"orientação" com o consumo de B. Brief MCC1274 em comparação com o placebo.


A"orientação" avalia a capacidade do indivíduo de responder corretamente as informaçõescomo ano, mês, dia, data da semana, hora do dia, local e pessoa.


No teste MEEM, as subescalas de "orientação de tempo" e "escrita" também apresentam melhorias consideráveis, especialmente em participantes comcomprometimento cognitivo mais grave. Com base nesses resultados, os autoressugerem que os probióticos podem ter o potencial de aprimorar o funcionamento do lobo parietal inferior, uma área cerebral crucial para a execução de tarefas orientação.


Após 24 semanas de suplementação, foi observada no grupo probiótico uma melhora em relação ao desenvolvimento da atrofia cerebral, ocasionando uma “pausa”nesta atrofia, efeito não observado nos indivíduos que usaram placebo. Embora o estudonão possa afirmar com certeza que os probióticos previnam a atrofia cerebral, asuplementação com probióticos B. Brief MCC1274 se mostrou uma abordagem promissora na melhora cognitiva e na supressão da atrofia cerebral. Os autores indicam a necessidade de mais estudos futuros para melhor compreender o mecanismo de açãodesta cepa.


Leia o artigo na íntegra:

Asaoka D, Xiao J, Takeda T, Yanagisawa N, Yamazaki T, Matsubara Y, Sugiyama H,

Endo N, Higa M, Kasanuki K, Ichimiya Y, Koido S, Ohno K, Bernier F, Katsumata N,

Nagahara A, Arai H, Ohkusa T, Sato N. Effect of Probiotic Bifidobacterium breve in

Improving Cognitive Function and Preventing Brain Atrophy in Older Patients with

Suspected Mild Cognitive Impairment: Results of a 24-Week Randomized, Double-

Blind, Placebo-Controlled Trial. J Alzheimers Dis. 2022;88(1):75-95. doi:

10.3233/JAD-220148. PMID: 35570493; PMCID: PMC9277669.


Como referenciar este post?


MACHIAVELLI, Sabrina Kaely. Os probióticos tem potencial de prevenir atrofia cerebral em idosos?. Post 535. Nutrição Atenta. 2023. Instagram: @nutricionistasabrinakaely.

27 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page