Quais são os documentos exigidos no momento da Auditoria?

A auditoria é sempre realizada em duas fases e os documentos exigidos são: manual da Qualidade, manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF), relatórios de auditorias internas, Procedimentos Operacionais Padronizados (POP), estudo da Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC), plano de calibração de instrumentos críticos, exames de funcionários, treinamentos realizados, Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC), resultados de análises microbiológicas e registros da Qualidade. Podemos denominar esta fase de reunião de documentos (um). A fase dois é a verificação da manipulação dos alimentos. Neste momento o auditor analisa se o que está descrito nos documentos está realmente sendo cumprido.


Todos os registros da Qualidade (ficha de recebimento de matéria-prima, temperatura dos alimentos, temperatura dos equipamentos, etc.) têm que obedecer a um tempo de retenção, ou seja, o tempo que esses registros devem permanecer na empresa, para que sejam auditados e ou fiscalizados por autoridades sanitárias ou por empresas certificadoras. Esse tempo deve obedecer a requisitos legais e a esse respeito, a RDC n° 216 de 15 de setembro de 2004 diz que o tempo mínimo de retenção dos registros é de trinta dias contados a partir da data de preparação dos alimentos.


Referência


CINTRA, Patricia. Qualidade e redução de custos em alimentos. Rio de Janeiro: Rubio, 2016.


Como referenciar este post?


CINTRA, Patricia. Quais são os documentos exigidos no momento da Auditoria?. Post 97. Nutrição Atenta. 2021.

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo