Salada de lentilha: aminoácidos indispensáveis, fibras e amido resistente. Opção verde saudável!

Atualizado: 10 de jul. de 2021

Essa salada é uma ótima preparação para servir em diversas ocasiões. Trata-se de uma receita leve, fácil e

saborosa para adicionar a qualquer prato.


A lentilha cozida apresenta alguns valores nutricionais interessantes: 1,61% de amido resistente, 4,38% de fibra insolúvel, 0,48% de fibra alimentar solúvel (TBCA, 2020). A ação fundamental da fibra insolúvel está na extrema capacidade de retenção de água das mesmas, pois absorvendo a água disponível, aumenta o volume, distende a parede do cólon e facilita a eliminação do bolo fecal. Interessante ressaltar que ao absorver água, essas fibras absorvem também eventuais agentes cancerígenos, prevenindo o câncer de cólon. O primeiro aspecto importante das fibras solúveis é o aumento do tempo de exposição dos nutrientes no estômago, proporcionando uma melhora na digestão dos mesmos, em particular dos açúcares e as gorduras. Esse aspecto contribui na regulação do metabolismo energético para um melhor aproveitamento no desempenho de todas as atividades físicas (FOOD INGREDIENTS BRASIL, 2008).


A digestão das fibras solúveis pelas bactérias do intestino grosso, tem como resultado a produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), são eles: butirato, propionato e acetato que funcionam como fonte de energia para a mucosa e como agentes protetores de várias doenças como diarreia, inflamações intestinais e do câncer de cólon. Por outro lado, as fibras solúveis formam uma camada superficial suave ao longo da mucosa do intestino delgado e servem de barreira na absorção de alguns nutrientes, atrasando o metabolismo essencialmente dos açúcares e das gorduras. Isso contribui para o controle dos aumentos bruscos da taxa de glicemia.


A lentilha apresenta um bom rendimento 139, 74%, pois ao atingir uma temperatura de gelatinização as ligações de hidrogênio mais fracas entre as cadeias de amilose e amilopectina são rompidas e os grãos de amido nessas regiões começam a intumescer (inchar) e formar soluções consideravelmente viscosas, ou seja, a água é incorporada aos grânulos de amido (BOBBIO e BOBBIO, 2003).


Vale ressaltar que a lentilha apresenta bom aporte proteico, em torno de 8,79% de proteína, que em sinergia com outros alimentos fontes, pode fornecer todos os aminoácidos indispensáveis para o indivíduo.


Referências


BOBBIO, Paulo A.; BOBBIO, Florinda O. Introdução à química de alimentos. 3 ed. São Paulo: Varela, 2003.


FOOD INGREDIENTS BRASIL. Dossiê: Fibras alimentares. número 3. 2008. Disponível em: www.revista-fi.com Acesso em: 10 jul. 2021.



Como referenciar este post?


AQUINO, João Marcos.; SILVA, Natally Covo da.;LIMA, Ione Alves de. Salada de lentilha: aminoácidos indispensáveis, fibras e amido resistente. Opção verde saudável!. Post 53. Nutrição Atenta. 2021.

54 visualizações

Posts recentes

Ver tudo