Vitamina E





Vitamina E (tocoferóis), esse grupo é constituído por uma mistura de vitaminas das quais o alfa-tocoferol é a mais importante e a sua função é inibir a oxidação do tecido animal.


Metabolismo

O mecanismo de absorção ainda não é claro. Aparentemente, todas as formas de vitamina E podem ser absorvidas pelas células intestinais, sem discriminação pela forma química; entretanto, estudos mais recentes tem mostrado que pode haver alguma seletividade.


O principal local de absorção é o intestino delgado e é dependente de uma função pancreática adequada, da secreção da bile e da formação de micelas.


Nas micelas a vitamina E se solubiliza e assim pode ser transportada através da borda em escova para o enterócito.





Funções

Potente anti-oxidante dos lípides das membranas celulares, das proteínas do DNA;

Promove a função normal dos linfócitosT (em idosos);

Estudos epidemiológicos observacionais:

↓concentrações plasmáticas de vitamina E ;

↑risco de desenvolver câncer de mama e pulmão;

↑incidência de cardiopatia isquêmica.


Ensaios clínicos com suplementação: não mostraram redução de risco de desenvolver câncer; ↓risco de desenvolver cardiopatia isquêmica.









Deficiência

Principais causas:

defeitos genéticos;

síndromes de má-absorção


Adultos: neuropatia periférica pode levar de 5 a 10anos para se manifestar.


Em crianças: pode haver perda dos reflexos, alteração do equilíbrio e da coordenação, dificuldade na movimentação dos olhos e alteração do campo visual, fraqueza muscular.


Em recém-nascidos prematuros: baixas reservas e absorção intestinal deficiente.


Referência

COZZOLINO, S.M.F. Biodisponibilidade de Nutrientes. 3 ed. Barueri, SP: Manole, 2009, 1172p.


Como referenciar este post?


CINTRA, Patricia. Vitamina E. Post 235. Nutrição Atenta. 2022.

@cintra. nutricionista.

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo