top of page
  • Foto do escritornutricaoatenta

Pesquisa bibliográfica tem risco?


Me fiz essa pergunta diversas vezes e depois de anos de estudo cheguei a seguinte conclusão: é sabido por todos que a pesquisa com seres humanos há riscos (cansaço ou aborrecimento ao responder questionários; constrangimento ao realizar exames antropométricos; constrangimento ao se expor durante a realização de testes de qualquer natureza; desconforto, constrangimento ou alterações de comportamento durante gravações de áudio e vídeo; dentre outros) e quanto a pesquisa bibliográfica?


Nesse tipo de pesquisa o risco está envolvido nas bases de dados consultadas. Como assim? Isso mesmo! Se você trabalha com seleção de artigos antigos pode sim ser um risco, porque os seus resultados podem ser contraditórios ou equivocados.


Como minimizar esse risco?

Buscando artigos atuais dos últimos cinco anos de publicação.


Referências bibliográficas consultadas


BRANDAUL, Ricardo; MONTEIROLL, Rosangela; BRAILE, Domingo M. Importância do uso correto dos descritores nos artigos científicos. Braz. J. Cardiovasc. Surg. 20 (1) Mar 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbccv/a/YjJ9Hw34dfDTJNcTKMFnKVC/?lang=pt#:~:text=Para%20uma%20palavra%2Dchave%20tornar,a%20posterior%20recupera%C3%A7%C3%A3o%20do%20artigo. Acesso em: 9 nov. 2023.


LEITE, Fábio Henrique Cardoso; BIN, Marcia Crestani; SCHMITZ, Wanderlei Onofre. Produção do artigo científico. 3. ed. Dourados: Unigran, 2015.


Como referenciar este post?

CINTRA, Patricia. Pesquisa bibliográfica tem risco?. Post 561. Nutrição Atenta. 2023.

Instagram: @cintra.nutricionista e @nutricao_atenta.

139 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page